Author Archives: Hugo De Marco

About Hugo De Marco

Hugo De Marco tem 34 anos mas parecer ter 28. Além de humilde e impaciente, é servidor público de profissão, historiador por graduação e são-paulino de coração. Ama a sua noiva e seus dois filhos (um ainda no forno). Além disso, também gosta de café, semear ironias, metáforas e, claro, a discórdia. Sempre teve as suas piores notas em Redação (por volta de 9,0). Apesar disso, com o tempo começou a estabelecer uma relação de amor com a escrita, chegando até ao ridículo de se referir em 3ª pessoa. Ansioso por natureza e palhaço por opção, foi votado como o mais comunicativo da 4ª série, ocasião em que falava merda no fundo da sala no intuito se autopromover. Pegou vício pela coisa e agora está aqui.

Programa de índio

O clamor popular pediu, os jornalistas suplicaram, e Rodrigo Caio atendeu. Finalmente um jogador brasileiro assumiu a culpa de uma jogada para o juiz. Reconheceu que foi um fogo amigo oriundo de sua chuteira que quase arrancou a perna de … Continue reading

Posted in artigo de opinião, Reflexões | Leave a comment

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Após a enxurrada de ofertas de candidatos a terceirizados que recebi ontem (24/3), percebi que não disponho de reserva monetária para tantas contratações. Por isso, em troca, oferecerei alguns mini cursos como pagamento pelos serviços prestados. Segue a lista: 1. … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Despedida

Nesse fim de semana mais um amigo partiu. Em um ano é mais um que parte fazendo uma das coisas que mais gostava, andando de moto. Curioso. Ela não deixa de ser uma ferramenta que serve para abreviar o tempo … Continue reading

Posted in Reflexões | Leave a comment

A faixa da esquerda

Faixa da esquerda, porque tantos teimam em flutuar sobre o teu dorso? Percorrê-la não é um problema em si, principalmente quando se está sozinho na via. Porém, esse tipo de situação flerta com o impossível. O trânsito é orgânico, somos como … Continue reading

Posted in artigo de opinião, Reflexões | Tagged , | Leave a comment

Meow

Em Brasília, possuímos dois zoológicos. Um fica perto da Candangolândia. O outro era presidido pela Celina Leão.

Posted in Uncategorized | Leave a comment

White walkers

Sempre possui uma relação tensa com o escuro, essa entidade. Ele tem vida própria. Tem os seus humores. Além disso, nele povoam vários seres. Do mal. Todos. Antigamente era essa a minha certeza. A minha relação com ele foi o maior … Continue reading

Posted in Reflexões | Tagged , , , , , | Leave a comment

Fim do mundo

Quando o aquecimento global se intensificar, as calotas polares derreterem, os furacões atingirem o agreste nordestino, o Oceano Atlântico alcançar a Chapada dos Veadeiros, nesse momento não haverá Coxinhas ou Petralhas. Existirá apenas um povo lutando contra a Mãe Natureza … Continue reading

Posted in Reflexões | Tagged , , , , , , , , , | 1 Comment

Knocking on heaven’s door

Se realmente a caridade é o passaporte para entrada do paraíso, todos nós, brasileiros, estamos garantidos no deleite eterno. Todos nós somos almas caridosas (se bem que não de forma espontânea) que sustentamos esse gigante ineficiente, corrupto, grotesco e maldoso. … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Brexit?

Como alguns de vocês devem saber, o Reino Unido, por meio de um plebiscito, votou a favor de sua saída da União Européia. Digo melhor, todos sabem, pois isso foi discutido abertamente em mesas de bares, portas de igrejas e, … Continue reading

Posted in artigo de opinião, Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , | Leave a comment

Nuvem

agora guardo meus sentimentos na nuvem só acesso quando preciso

Posted in Chuck Poeta | Tagged , | Leave a comment