Dica de leitura

Hoje vou dar uma dica de leitura. Não de livros em si, mas de como ler. Vou citar alguns livros no texto e também os indico, mas isso é secundário.

Um aspecto essencial da nossa espécie – e de outras também – é o uso de ferramentas. Elas estão presentes intensamente no nosso dia a dia. Um mouse pad é uma ferramenta, um copo é uma ferramenta. São objetos que facilitam o nosso cotidiano. Falar em objeto talvez não seja muito pertinente em alguns contextos, já que existem algumas ferramentas digitais.

Porém, muitas vezes não sabemos utilizar corretamente essas ferramentas ou então não usamos todo o seu potencial. Aí que vem a minha dica. Prefiro muito mais ler livros impressos a lê-los digitalmente. Mas isso não quer dizer que não posso utilizar ferramentas digitais no intuito de potencializar a minha experiência literária. E faço isso utilizando principalmente o youtube, o spotify e o google.

Comecei a fazer isso quando estava lendo “Um preço muito alto”, de Carl Hart. Ele é um neuropsicofarmacologista, oriundo de um gueto negro norteamericano (não me lembro qual). Vivenciou tudo de negativo na infância e adolescência, incluindo família totalmente desestabilizada, violência e falta de aparato estatal, porém, com ajuda da sua entrada no exército, consegue perseverar e hoje é PHD em Neurociência.

Nesse livro, ele, com amplo conhecimento empírico e científico, aborda a sua visão de que o grande problema das drogas, não é o seu consumo, mas sim a repressão do Estado àqueles que as usam, majoritariamente minorias raciais. Também mostra como muitas pesquisas sobre o assunto são feitas de forma equivocada e que dão, como resultado, interpretações errôneas. E tudo isso com a sua vida como pano de fundo. Aí que entra minha dica. Ele citava vários cantores que curtia e, para eu entrar meio que no clima, e sentir um pouco mais de sua vivência, eu colocava essas músicas para escutar durante a leitura. Isso enriqueceu demais o meu processo literário. Música é emoção, e com emoção você fixa melhor a experiência, o aprendizado.

Logo depois, comecei a ler “História Concisa da Rússia”. Uma leitura um pouco maçante para quem não é acostumado com livros de História, contudo gostei e serve como orientação para outras leituras. Nesse livro, ao ler sobre qualquer artista plástico, qualquer músico, eu procurava na internet a sua obra e, ao analisá-la, entrava ainda mais naquele universo gelado e cheio de traições, conspirações e, definitivamente, beleza. Povo sofrido.

É isso. Imagino que muitos já fazem isso, mas acho que vários não. Acho isso importante, porque a transcrição para a escrita faz com que percamos um pouco da realidade. Convém então diminuirmos esse gap.

d30e212024a41ade2c34232774f4ef2f (1)

(Vasily Vereshchagin, After good luck, 1889 - 2 guerreiros 
seguindo à risca os ditames do nome deste renomado blog.)

 

 

 

 

Advertisements

About Hugo De Marco

Hugo De Marco tem 34 anos mas parecer ter 28. Além de humilde e impaciente, é servidor público de profissão, historiador por graduação e são-paulino de coração. Ama a sua noiva e seus dois filhos (um ainda no forno). Além disso, também gosta de café, semear ironias, metáforas e, claro, a discórdia. Sempre teve as suas piores notas em Redação (por volta de 9,0). Apesar disso, com o tempo começou a estabelecer uma relação de amor com a escrita, chegando até ao ridículo de se referir em 3ª pessoa. Ansioso por natureza e palhaço por opção, foi votado como o mais comunicativo da 4ª série, ocasião em que falava merda no fundo da sala no intuito se autopromover. Pegou vício pela coisa e agora está aqui.
This entry was posted in Leitura and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s